Pesquisa acadêmica aberta sobre hackerspaces brasileiros

Por Bia Martins

Iniciei este ano a pesquisa de pós-doutorado “Um estudo dos hackerspaces brasileiros como espaços comunitários de produção de conhecimento”, junto ao Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação do IBCT e UFRJ.

Para ser coerente com os preceitos da Ciência Aberta, campo no qual a investigação está inserida, decidi publicar no blog Autoria em Rede, que criei na época do doutorado, os dados, reflexões e desdobramentos deste trabalho.

Você pode conhecer a pesquisa aqui.

Minha inspiração, guardadas as devidas proporções, foi o Caderno de Pesquisa Abertos de Jean Claude Bradley, que foi pesquisador e professor da Universidade de Drexel, EUA, e criador dessa iniciativa como “uma maneira de fazer ciência na qual – da melhor maneira possível – você torna toda a sua pesquisa livre e acessível ao público em tempo real”. 

Por enquanto, além da cópia do projeto, disponibilizei a lista dos hackerspaces brasileiros, ativos e inativos, que está ainda em construção nesta primeira fase da pesquisa.  Em breve vou disponibilizar também a bibliografia que estou lendo e, aos poucos, os artigos que for publicando. O primeiro deles já está no forno e deve sair ainda este mês na Liinc em Revista.

O próximo passo da pesquisa empírica é enviar um questionário para todos os hackerspaces brasileiros ativos a fim de identificar seus objetivos, estruturação, composição e funcionamento. O resultado desse levantamento também será divulgado no blog assim que as respostas chegarem.

O objetivo geral da pesquisa é caracterizar os hackerspaces brasileiros, avaliando suas possibilidades e limites como espaços comunitários de produção de conhecimento, no contexto da Ciência Cidadã e da Ciência Comum. Mais especificamente pretendo verificar a articulação desses espaços com seu território e o desenvolvimento de projetos vinculados a demandas locais.

Além de representar minha filiação ao movimento Ciência Aberta, a ideia de publicar no blog o andamento da pesquisa passo-a-passo tem também o objetivo de facilitar o encontro com interlocutores tanto da academia quanto de fora dela. Afinal os hackerspaces são um dos espaços comunitários que estão em expansão atualmente – ao lado de makerspaces, laboratórios cidadãos e FabLabs – que reúnem lado a lado pessoas de diferentes formações, acadêmicos e leigos, para o aprendizado e a produção de conhecimento colaborativos. Seria bom, portanto, receber contribuições para a pesquisa de diferentes procedências.

Gostou da ideia de Cadernos Abertos de Pesquisa? Saiba como fazer um.

Comentários

Oi pessoal, mais um conteúdo muito legal do site, parabéns! queria chamar atenção também para a possibilidade de inserir quem escreve o post em algum lugar da página. Nesse, por exemplo, queria saber de quem era a pesquisa, e só entrando no site é que pude perceber que era uma pesquisa da Bia Martins. gracias, LF abraços!

Oi Leonardo, Tenho usado o critério de assinar quando o autor for um dos colaboradores, menos eu. Mas foi bom você alertar pra isso, talvez seja mesmo melhor colocar em todos, pra ficar mais claro. Vou fazer isso a partir de agora e ir acrescentando aos poucos nos mais antigos. Valeu! Um abraço, Bia Martins

Comentar

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
1 + 2 =
Resolva este problema matemático simples e digite o resultado. Por exemplo para 1+3, digite 4.