Adeus às ilusões

Reynaldo Carvalho

"Nenhuma superfície é virgem, tudo já nos chega áspero, descontínuo, desigual, marcado por algum acidente: o grão do papel, as manchas, a trama, o entrelaçado dos traços, os diagramas, as palavras."

Roland Barthes

 

 

 

 

Este é o último post dessa seção enviado por mim. Foi muito bom o convívio, mas pretendo dedicar-me agora ao estudo da transdisciplinaridade decolonial, assunto que avalio como bastante pertinente ao momento conturbado pelo qual estamos atravessando.

O tema remix possui ainda enorme potencial, por isso deixo indicadas matérias que considero excelentes para quem tiver interesse em aprofundar-se no assunto.

Um remix é um remix é um remix é um remix – texto de Cicero Inacio da Silva, publicado na revista Trama Interdisciplinar. Disponível em http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/tint/article/view/5549/4199

The Remix Method – novos vídeos do diretor Kirby Ferguson, criador da já clássica série de documentários "Everything is a remix".

The 4 Steps to Getting an Idea (The Remix Method #1)

 

What To Do With Your Ideas (The Remix Method #2)

E nada melhor para concluir do que o trabalho de Lev Manovich, intitulado  What comes after remix? (traduzido para o espanhol). Disponível em https://discursocuatro.files.wordpress.com/2016/04/manovich-quecc81-viene-despuecc81s-del-remix.pdf

Boa sorte a todos.

Comentar

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
13 + 0 =
Resolva este problema matemático simples e digite o resultado. Por exemplo para 1+3, digite 4.