Os muros da academia, aos poucos, se abrem para maior interlocução com a sociedade. Um exemplo disso são os artigos interativos que estão sendo publicados pela revista Ciência Hoje. O formato é o seguinte: os autores lançam uma ideia inicial que será debatida com o público leigo através comentários, e a proposta é que esse diálogo contribua para a elaboração final do texto. O artigo interativo mais recente tem como tema o papel da altmetria, que são métricas alternativas para acompanhar e avaliar a ciência. 

Uma das formas de democratizar a ciência é facilitando o acesso e a apropriação de instrumentos de investigação científica. Essa é a proposta do projeto Conectar Ciência que promove oficinas em escolas e universidades para a criação de microscópios digitais no estilo Faça Você Mesmo (Do It Yourself).

As políticas de acesso aberto para publicações científicas vêm crescendo em todo mundo. Atualmente, há milhões de artigos das mais diferentes áreas de conhecimento disponíveis gratuitamente on-line. Por vezes, é possível encontrar trabalhos publicados em revistas fechadas e pagas disponíveis em repositórios abertos e livres, pelos mais variados motivos. Para facilitar a busca por publicações abertas, foram criadas algumas ferramentas que ajudam a localizar versões abertas dos artigos e, por vezes, oferecem outros serviços agregados.

Por Victor Barcellos

A iniciativa Entropia Coletiva de pesquisadores da UFRJ, considerado o primeiro crowdfunding científico do país, é importante não apenas porque viabiliza financeiramente as pesquisa, mas também porque aproxima a Ciência dos cidadãos em geral.

Mais de 100 pesquisadores, engenheiros, educadores e empresários que fazem parte de uma comunidade global de pesquisa publicaram um relatório descrevendo os passos necessários para se alcançar um acesso global ao hardware para fins científicos até 2025, através de design aberto, pesquisa colaborativa e novas técnicas de fabricação, incluindo impressora 3D.

Nas últimas semanas, vários espelhos do Sci-Hub saíram do ar. Para quem não conhece, trata-se de um repositório de acesso aberto com mais de 64 milhões artigos científicos originalmente publicados por periódicos fechados. Confira os que ainda estão ativos.

Que a Ciência Aberta e o software livre têm muito em comum, já sabemos. É reconhecida a influência do software livre para o surgimento do movimento Ciência Aberta, que preconiza os mesmos preceitos de que a informação deve ser livre para que o conhecimento possa se desenvolver o mais amplamente possível. Mas os laços entre os dois movimentos não estão apenas nos valores compartilhados, chegam mesmo à chamada mão na massa. É o caso da iniciativa Mozilla Science Lab que se define como uma comunidade de pesquisadores, desenvolvedores e bibliotecários que trabalham pela pesquisa aberta e acessível.

A Ciência Cidadã vai muito além de projetos crowdsourcing, nos quais cidadãos colaboram com pesquisas coordenadas por cientistas. Ao redor do mundo, diversos espaços não institucionais têm sido palco de pesquisas e experimentações realizadas por coletivos formados por leigos e cientistas, que definem de forma democrática desde seu escopo e até seus desdobramentos. Conheça algumas delas.

Victor Barcellos

A participação do público em pesquisas científicas por meio de tecnologias digitais estão mudando o que se entende por Ciência. Novos atores passam a fazer parte do processo, novas possibilidades de investigação se abrem e a questão da legitimação dos dados encontra novos desafios. Entretanto, diversas áreas do conhecimento estão se beneficiando dessas práticas, como é o caso da ornitologia, ramo da Biologia responsável pelo estudo das aves.

Por Bia Martins

Iniciei este ano a pesquisa de pós-doutorado “Um estudo dos hackerspaces brasileiros como espaços comunitários de produção de conhecimento”, junto ao Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação do IBCT e UFRJ.

Para ser coerente com os preceitos da Ciência Aberta, campo no qual a investigação está inserida, decidi publicar no blog Autoria em Rede, que criei na época do doutorado, os dados, reflexões e desdobramentos deste trabalho.

Páginas