Sul Global

Relatoria Mesa 3: Laboratórios, hackerspaces e outros espaços de comunidades locais

Com o tema “Laboratórios, hackerspaces e outros espaços de comunidades locais”, a mesa 3 do 1º Encontro Online de Cultura Livre do Sul, realizada em 22 de novembro de 2018, procurou abordar as características, potencialidades, limites e desafios desses espaços comunitários no chamado Sul global. Mediada por Daniel Cotillas, do coletivo Nodo Común, e Bia Martins, deste Em Rede, a mesa teve como convidados Esaú Acosta, da Civics y Mares (Espanha), Sol e Candy, do HackLab Feminista La Chinampa e Insubordinadas (México); Karina Menezes, do Raul Hacker Club (Brasil); Carlos Diego, da Baia Hacker, (Brasil); Inés, do espaço hackfeminista La Bekka; coletivo do Barracón Digital (Honduras). Leia a relatoria na íntegra.

Cultura Livre do Sul Global - Um manifesto

Para os próximos anos, nos comprometemos a seguir os esforços de tornar a cultura livre um movimento que, além de lutar por tecnologias, produtos e práticas culturais não proprietárias, também batalhe pela redução da desigualdade social de nossos continentes a partir do ativismo pela liberdade do conhecimento em prol de comunidades mais justas, autônomas, igualitárias, respeitosas e livres.

1° Encontro Online de Cultura Livre do Sul

O Em Rede está participando - junto com os coletivos Baixa Cultura, Ártica, Nodo Común, Rede das Produtoras Culturais Colaborativas e Ediciones de la Terraza - da organização do 1° Encontro Online de Cultura Livre do Sul, que pretende levantar o estado da arte, mapear e conectar as iniciativas de cultura livre no chamado sul global. O encontro será totalmente online, de 21 a 23 de novembro, com seis mesas de trabalho. É possível participar enviando relatos de experiência, postando comentários ou perguntas aos debates, contribuindo com o mapeamento de iniciativas e com recomendação de bibliografia sobre o tema.  As inscrições vão até 31 de outubro. Confira a convocatória completa abaixo:

Subscrever RSS - Sul Global